lista de desejos

Thursday, December 29, 2005

Agora, vamos às metas

Arrumar um namorado que preste

Ficar com minha mãe o tempo que for possível

Dizer “eu te amo” para as pessoas que eu realmente amo

Poupar mais dinheiro

Trocar meu carro

Ampliar meu guarda-roupa

Fazer mais amigos

Te esquecer

Dormir mais

Sair menos à noite

Ser mais paciente – eu diria tentar ter algo com o qual eu não nasci

Ser uma pessoa super-bem-relacionada

Tuesday, December 27, 2005

Vamos ao balanço


Amanheci o dia primeiro de janeiro em Pipa na companhia dos meus amigos

Trabalhei no dia primeiro de janeiro pela primeira vez na vida

Passei o carnaval em Salvador e tive as melhores férias da minha vida

Desci a ladeira da Graça com os pés cheios de bolhas depois de uma tarde na Timbalada

Me agarrei em Tatau do Araketu

Tive a melhor festa de aniversário dos últimos anos

Gostei de um cara que se apaixonou por uma amiga

Perdi uma amiga por causa da imaturidade

Ganhei novos amigos por causa da minha maturidade

Deixei de sair à noite

Tive novas decepções com novas pessoas

Ainda fiquei abalada com notícias de Natal

Fiquei mais amiga dos meus grandes amigos

Estou mais tolerante

Outra vez, gostei de quem não devia

Consegui poupar mais dinheiro

Tive muitas conversas com Expedito

Ouvi muito os conselhos de Claudinha

Vi o Pearl Jam tocar na Praça da Apoteose

Chorei muito ouvindo Black

Conheci o Rio de Janeiro, que continua lindo

Fiz uma viagem maravilhosa com Mau, Taty, Eliz e Igor

Me diverti muito

Pipa está linda, linda e linda

Nunca fui tanto ao cinema como fui em 2005

Minha biblioteca também está crescendo

Minha irmã noivou e meu pai e minha mãe não param de me cobrar um marido

Minha mãe adoeceu e eu tive que amadurecer mais um bocado

Consegui me relacionar bem com meus colegas de trabalho

E foi isso.
Para fechar o ano, mais uma virada em Pipa e seja o Deus quiser em 2006

Friday, December 23, 2005

Reflexões de fim ano

Se você não me queria, não devia me procurar
Não devia me iludir
E nem deixar eu apaixonar

Chegou ao fim


Toda a sabedoria de Milton Nascimento

Tuesday, December 06, 2005

40 mil pessoas pedem e o Pearl Jam atende: Black com direito a Ed enrolado na bandeira do Brasil

Aos 45 minutos do segundo tempo, depois de ouvir todos os grandes hits do Pearl Jam, parece que a Praça da Apoteose ainda esperava por duas grandes músicas. Uma delas é a minha preferida. Ed Veder e Cia atenderam ao pedido de 40 mil pessoas que pediam para ouvir Black.

Bastou uma nota da guitarra de Stone para o começo dos gritos. E Ed precisou apenas cantar a primeira frase de Black para ouvir uma platéia toda junto com ele. Vedder fechou os olhos e cantou Black sorrindo. Mike McCready estava impossível. Parecia que queria destruir todas as cordas da guitarra.

A platéia cantou a música por inteiro. Não parou um só minuto. Enquanto Mike fazia o solo, Ed sentou no palco enrolado na bandeira do Brasil e se limitou apenas a ouvir . Depois de seis minutos de guitarra, Ed guardou a bandeira e disse: essa eu vou levar para a minha casa.

Foi o momento mais emocionante do show. Não posso negar que chorei pouco. Pensei em você e no que me faz me sentir tão. Mentalmente, eu disse o quanto vc é importante para mim.